Atual equipe de funcionários e dirigentes da Crediacisc

São Carlos tem nos setores comercial e de serviços importante representação, especialmente a partir da primeira metade do século 20. Não é por acaso que em 1931 a Associação Comercial (Acisc) é criada. E, como todos os demais setores da economia, comércio e serviços sempre devem inovar para acompanhar as mudanças dos novos tempos.

Foi justamente o que ocorreu, a partir da Acisc no início dos anos 2000, com a iniciativa de se buscar alternativa aos serviços ofertados pelos grandes bancos. “Os bancos não demonstraram interesse em nos atender”, lembra Hercílio Antonio de Carvalho, atual presidente da Crediacisc e diretor da associação comercial à época.

A dificuldade motivou os dirigentes da Acisc e outros empresários de São Carlos a criar a Crediacisc – cooperativa de crédito cuja assembleia de fundação, com 30 integrantes, ocorreu no dia 11 de abril de 2005. Após a aprovação da ata pelo Banco Central e das demais providências, a Crediacisc abriria suas portas em 28 de novembro daquele ano, já com 70 empresários. Atualmente, 1,7 mil cooperados fazem parte da Crediacisc.

A cultura de cooperativismo ainda hoje é pouco conhecida, principalmente a cooperativa de crédito. No Brasil, por exemplo, o cooperativismo financeiro ocupa apenas 4% do mercado. Os especialistas acreditam que há espaço para até 10%. Em países da Europa e nos Estados Unidos essa participação chega a 30%.

Em 2018, a Crediacisc movimentou R$ 20 milhões em ativos. Esses recursos, diferente do que acontece em grandes bancos, fica necessariamente em São Carlos. Os empréstimos e os financiamentos feitos pelas cooperativas de crédito injetam recursos diretamente na economia local. Para 2019, a Crediacisc disponibilizou R$ 1 milhão para empréstimos consignados. “Não visamos lucro, por isso emprestar dinheiro na cooperativa é muito mais barato”, observa o gerente geral da Crediacisc Adão Luís Garcia.

Acompanhe também a Crediacisc: /crediacisc | @crediacisc